Irã sob o Chador (Duas brasileiras no país dos Aiatolás)

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011
Nesses últimos anos, por conta da faculdade, desenvolvi em mim algo que nunca imaginariam que eu seria... compulsiva por leitura. Moro em uma cidade com 50 mil habitantes e a nossa livraria  é de acordo com o tamanho da cidade, sendo assim pequena, fica no caminho do meu trabalho, passo todos os dias em frete, não tem um dia que não fico na vitrine, a vendedora já deve estar pensando que sou doida... kkkkkk
Tenho 9 livros pra ler, não consigo decidir qual vem depois e depois. Assim compre esse livro e o passei na frente dos outros.

Lógico que o tema "Chador" me chamou muito a atenção, pois a primeira vez que ouvi essa palavra foi lendo A Cidade do Sol (Kaled Hosseini). No Afghanistan Xador é um dos nomes da  famosa "burca". Deixei o que estava lendo de lado pra mergulhar no universo iraniano até então desconhecido por mim. 

Todos nós sabemos que a mídia e as nações desenvolvidas manipulam todo o cenário mundial em todos os campos. Por conta disso construímos  visões deturpadas e muitas vezes preconceituosa sobre todos os assuntos que dizem respeitos as nações islamicas (xiitas/sunitas) e sua cultura. 

Os assuntos polêmicos estão sempre relacionados ao fato de o estado (no caso o país) não ser laico e seguir a Sharia, dependendo da interpretação do livro sagrado Alcorão causa muita discussão por todo mundo em relação aos direitos humanos e aos da liberdade de expressão.

Irã sob o Chador foi escrito com muitos detalhes principalmente sobre a sociedade jovem, como eles lidam com todas as proibições que vão desde o uso dos meios de comunicações (internet, móvel) e se divertir a lutarem por seus direitos para terem um futuro melhor em um país Islâmico Xiita.

1 Parte
Apresenta o país com suas contradições, censura , um mercado cinematográfico premiadíssimo, sua literatura poética, célebre hospitalidade, buscando contato com o mundo exterior ocidental não deixando de exautar as belezas de seu país, reclamando do rígido sistema religioso e admirando a política externa de Ahmadinejad.

2 Parte
O mundo dos Aiatolás, com as universidades teológicas e como eles governam o país em conjunto com o atual presidente. Percorreram a capital Teraã e seus pontos turísticos. Como funciona um país que por mais que produza muito petróleo a população sofre com o racionamento que o governo impõem. Como vive a geração pós-revolução Islâmica. Como as mulheres viveram e vivem antes e depois da Revolução Islâmica. (da mini-saia ao hijab). As personalidades iranianas que lutam pelos direitos humanos, e a vida que levam por se dedicarem a ir contra os Aiatolás.


O livro foi lançado depois das últimas sansões feitas pela ONU a pedidos das "medrosas" nações ocidentais
e em seu último capitulo, fala sobre o apoio brasileiro e de Lula. Como os iranianos receberam essa "ajuda" a favor dos objetivos em comum dos manda-chuvas desse país.


Thaís em suas conclusões

Uma obra muito bem escrita, rica em detalhes, principalmente pelo fato das jornalistas terem vivido infiltradas na sociedade iraniana, nos contado coisas que nunca saberíamos, como o consumo ilegal de bebida alcoólica, como é a vida dos homossexuais dentro de um país xiita islâmico, como os jovens se divertem, a divisão da população em conservadores e liberais.

Como é bom aprender um pouco mais sobre uma das civilizações mais antigas, a Persa, sua cultura rica com mais de 2000 anos de história, uma população que ama sua nação desejando dias melhores.

Dia 30/12/10 o programa Conexão Repórter da emissora SBT exibiu um programa inteiro sobre o Irã, engraçado, parece até que pegaram o livro delas como guia, pois eles falaram sobre as mesmíssimas coisas.

Quem tbm tiver o interesse de assistir eu recomendo : A Polêmica História do Irã

Parte 1
Parte 2
Parte 3


Bom fico por aqui espero que gostem de minha indicação

Márcia  Camargos e Adriana Carranca


Entrevista para o jornal Estadão

8 comentários:

  1. A-DO-REI.... depois que vi teu post corri nas livrarias da minha cidade... não achei -oww vergonha.
    O bom é que achei na internet - Internet pra quê te quero!!!!!!!!
    valeu a dica

    bjsss

  1. Andrezaaamir disse...:

    Nossa! amei e já vou começar a procurar nas livrarias :)
    mto interessante Thais.

  1. Thaís - Thatha disse...:

    Obrigadoooo.. depois que lerem venham aqui dar suas observações... no mundo de hoje com toda essa repercussão que determinados assuntos causam a respeito de sanções, armamento nuclear... é bom ter ocm quem conversar... BJUs

  1. Andrezaaamir disse...:

    é verdade Thais :)
    ai menina nao consegui te add no fb pq aparece uma lista de Thais :( entao me add lá pelo link que vou te passar: http://www.facebook.com/home.php
    me add lá entao poderemos conversar...bjjiim

  1. Thaís - Thatha disse...:

    Andreza.. esse link que vc me passou não leva ao seu face... me manda o que aparece no seu perfil.. Bjuss

  1. oi Tha :) tem um selo de qualidade pra vc no meu blog!!!

  1. Thaís - Thatha disse...:

    Muito obrigadoooooo LUuu sis !!!!

  1. Anônimo disse...:

    Elas pegaram o programa como guia já que suas estadias no Irã foram monitoradas.

    A Carranca é mais pra Afeganistão mesmo nunca tendo entrado lá...