Assassinato indireto é uma questão de escolha!!!! Parte II

quinta-feira, 24 de junho de 2010
Porque ando falando tanto sobre esse assunto e fazendo campanha???

Pq meu maior sonho é ser MÃE..... foi me dado esse direito quando eu fui concebida... um organismo que gera outro.

Não quero riqueza, não quero fama, quero ser MÃE...... tudo, exatamente tudo que faço hoje é em prol de poder ter quantos filhos Deus achar que posso..........

Não tenho medos nessa vida, mais acho que se na hora certa eu n puder gerar .... nossa n sei nem dizer o que aconteceria comigooo.

É por isso que abracei essa causa e vou usar meu cantinho para divulgar isso.

Aborto é crime   .... diga não a esse ato covarde









5 comentários:

  1. Mari disse...:

    Thaís, admiro sua coragem para falar desse assunto tão polêmico. O sonho de quase toda mulher é mesmo ser mãe, e ser mãe é uma dádiva mesmo.

  1. ۞ Potira ۞ disse...:

    Thaís,

    Eu li as tuas postagens e entendo o teu ponto de vista e as tuas reflexões sobre o kardecismo. Mas na minha opinião a discussão vai além disto e tem outra face ainda mais cruel que é em relação as mulheres.

    Quando uma mulher deseja fazer aborto, elas procuram algum meio de fazê-lo. Mesmo que não tenham dinheiro, mesmo que não encontrem um médico, mesmo sabendo que estão colocando a própria vida em risco, elas abortam.

    Eu realmente não entendo o que possa levar uma mulher a fazer isso, pois existem diversas formas de controle para não engravidar... Mas independente das razões, se ela realmente está decidida a abortar, não é a proibição da lei que vai fazê-la mudar de idéia e não é o medo de ser presa que vai fazê-la parar.

    As mulheres ricas vão até uma asséptica e segura clínica e realizam o aborto com um médico preparado e voltam para casa no mesmo dia. Enquanto as mulheres mais pobres vão ao encontro de toda espécie de charlatões, que com suas agulhas, arames e sabe lá que outros objetos mais, todos eles devidamente sujos e contaminados colocam duas vidas em risco...

    O resultado? Você pode encontrar nos hospitais ou DML... Mulheres que chegam com sangramentos, com machucados internos, com pedaços do intestino para fora da vagina (pois foi puxado pensando ser o cordão umbilical do feto), com perfurações em órgãos internos, fora aquelas que morrem antes mesmo de chegar a um hospital...

    Os casos de aborto são tão comuns que se você ver um atestado de óbito (aqueles preenchidos pelo médico que registrou o falecimento) para o caso do morto ser mulher há um campo espeífico:
    - A morte se deu durante gravidez, parto ou puerpério?

    Este dado foi acrescentado aos formulários por conta dos assombrosos números de morte de mulheres que realizaram aborto sem assistência de um médico.

    A descriminalização do aborto não significa que ficará mais fácil e mais acessível nem que você possa abortar com a facilidade que pinta as unhas. Significa que as mulheres serão examinadas, atendidas por psicólogos, médicos e se mesmo assim ela decidir abortar, ela não irá morrer junto com a criança.

    Eu não acho correto tirar a vida de uma criança que ainda nem nasceu, mas condenar à uma mulher pobre( e aí, infelizmente, se enquadra boa parte da população do nosso país) que morra junto com a criança que ela quer se livrar também é crueldade.

    Espero que tu entendas, eu não incentivo assassinato, apenas não concordo com assassinato duplo de mãe e filho. Ou seria um assassinato e um suicídio, já que a mãe decidiu abortar e sabia dos riscos que corria...

    =)

  1. Flor Baez disse...:

    Nossa Thais!
    Esses vídeos são muito chocantes.
    Eu, particularmente, não faria um mas também não condeno quem faça. Sei que o desespero e a irresponsabilidade não são motivos para tamanha brutalidade. Mas não posso falar por outras pessoas, sabe.
    Acho tudo muito cruel. Eu também quero ser mãe um dia, mas não agora. Tenho 3 gatos que dão muito trabalho, além de estar muito nova...
    Bjs

  1. Thaís disse...:

    Pô....... com concordo plenamente com vc....
    NOsso país por mais cheio de desenvolvimento que esteja... ainda há muita falta de informação... estou falando das pessoas mais humildes, que realmente o fazem sem noção nenhuma dos danos que podem causar no coro e na alma.

    Estes posts são dedicados especialmente a pessoas que têm plena consciência de todas as coisas e mesmo assim o fazem.

    É de assustar no número de meninas que eu conheci quando morei no RIO que abortavam como se estivessem fazendo um procedimento normal e necessário. É assustador..... elas tinham informação, mas preferiam correr o risco á usar com método contraceptivo.

  1. Thais, só tenho uma coisa a dizer...parabéns pela coragem em divulgar tudo isso. Comecei a ver os videos mas não deu...comecei a chorar feito criança, muita crueldade, já deixei minha opinião uma vez e ela continua a mesma, as mães que abortam pq engravidaram em um "descuido" são tão assassinas quanto os bandidos que estão presos, essa criança não pediu para estar ali e não tem que pagar pelas burrices de seus pais...
    Beijos e continue assim, eu também quero ser mãe...mas não agora, ainda estou nova e acho que é muita responsabilidade.