Manipulação dos Meios de Desenvolvimento Intelectual

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010


Escolhi esse assunto por me revoltar cada vez que entro em uma livraria e por estar começando em um estágio novo muito importante para mim.

Governo Federal, Estadual e Municipal , principalmente o de minha cidade em minas que está com um projeto para iniciar, acostumar e insentiver as crinaças logo na fase do letramento, o costume e o amor a leitura.
Tá...
Inicialmente é uma coisa muito boa, pois junto com a leitura vem o mundo da imaginação e o desenvolvimento inicial do intelecto da criança, até ai está tudo muito lindo e colorido.
Ai vem a necessidade de oferecer um bom mix sobre N assuntos determinados por faixa etaria, só que na prática essas bibliotecas vão funcionar mais com doções que mesmo pelo poder administrativo, no caso é municipal e não esatdual, essas coisas de divisões são bem ruins pra n dizer outra coisa, pois o governo estadual n dá muita assistencia e a divisão de verba acaba ficando nas mãos dos péssimos atuantes do momento.

Acaba que a intenção que era maravilhosa passa a ser falha e as pessoas designadas ficam com um projeto belissimo para ser aplicado e n ve manifestação nenhuma por parte do poder maior.
Sendo assim mais uma vez tudo não funciona e quem saem no prejuíso é mais uma vez nossas crianças que dependem desse sistema público de ensino.

Partindo para uma coisa particular minha, andei reparando. Voces já viram como livros andam caríssimos e  de alguma forma quem pode comprar normalmente sai ganhando, mais uma vez na frente com sempre e quem mais necessita de informação para poder algum dia estar bem situado em nosso mundo tem certeza que nunca poderá comprar..... Os livros estão em um patamar que concluo: n passa de uma manipulação em que essas informações de uma forma geral n cheguem nas mãos dos excluídos.

Esse post foi uma forma que achei para protestar por dois assuntos que se entrelação:

1- consegui um estágio que queria na prefeitura de minha cidade, mas antes de começarem as aulas já fiquei sabendo que o salário dos estágiarios do mês de dezembro ainda n foi pago. Imagina entrar em um novo sabendo que está uma zona... Afff

2- Como mudar um sistema falido como o nosso que os próprios responsáveis pelo insentivo a leitura colocam o preço de um livro da área da educação com 50 pg ao preço de R$ 40 reias, isso pra mim foi o cúmulo do absurdo.

Como ter esperanças de um mundo mais justo para nosso decendentes???

2 comentários:

  1. Devathai disse...:

    É Thaís, é por essas e outras que eu me desiludi da educação. Eu sinto muita falta da sala de aula, não posso negar, mas quando penso em todos os entraves e dificuldades... lembro de quando eu trabalhava para uma escola da prefeitura, não tinha livro didático, material algum, nada. E ainda queriam que eu fizesse milagres. Por algum tempo eu consegui inovar bastante. E o pior era ver o quão facilmente as crianças aprendiam. Elas tinham uma facilidade incrível e isso porque não tínhamos material algum! Nenhum livrinho, nenhum banner colorido, nenhum joguinho, nada, mas mesmo assim aprendiam bastante. Só que chega num ponto em que você desanima. Não tem livro, mas tem como tirar xerox. De repente, vedam a xerox. Daí vc tenta desenhar no quadro. Daí tem dia que não tem giz. Daí você precisa de material concreto para ensinar as crianças (no caso do inglês, é muito mais fácil usar objetos para ensinar do que ficar só no livro). Daí que vc acaba gastando. Tira do seu salário, e falta dinheiro no fim do mês. E vira um círculo vicioso. E daí você se desmotiva. E vai fazendo aulinhas cada vez menos criativas. Daí chega um dia em que você tem mil e uma coisas pra fazer, trabalha os três turnos, não consegue planejar aula direito, e acaba dando aulinhas meia-boca, bem ruinzinhas mesmo. Isso me desmotivava tanto, você não tem noção. Acabei desistindo mesmo =/

    E a propósito, obrigada pelo comentário e elogio lá no blog, que bom que você gostou do meu texto, obrigada mesmo, de coração :-)

  1. Thaís disse...:

    Muito obrigadooooooo... Adoro ler seu blog...
    Bjus