Afeganistão: a ameaça do Terror.

terça-feira, 21 de junho de 2011
Ficar um tempo afastada do blog e do meu tema central..... me fez sentir muita falta de falar sobre a magia real, que pessoalmente vejo em tudo que se fala sobre o Afeganistão.
Tem muita coisa por aí, mas nem sempre é publicável, por 1001 motivos, principalmente o mau preparo de alguns jornalistas que escrevem  e repórteres que combrem acontecimentos sem ao menos se aprofundar  sobre as reais questões antropológicas e sociológicas a respeito de tudo o que envolve o Afeganistão.
Já falei muito sobre minha visão polêmica a respeito disso algumas vezes, mas nunca é de mais citar mais uma vez.
 No meu ponto de vista quando vamos estudar, pesquisar, relacionar, temos que esquecer tudo que envolve nossos meios de vidas ocidentais, levando em consideração principalmente as relações Politicas x Religiosas, que pra nossa sociedade é um tanto quanto polemica e alvo de muito preconceitos e visões deturpadas dentro de um contexto cultural.
Não devemos comparar isso com aquilo, até porque não há níveis de comparação.
Ouvi esses dias um comentário de uma Tia minha que dizia o seguinte: "O povo ignorante e atrasado", quando ouço isso eu deveria sinceramente contestar, e faze-la entender que isso não é a questão mais importante pra eles, talvez sim eles poderiam ter uma vida de mais conforto, mais isso só se daria em função de outras coisas mais primordiais, tais como quem governa o país, quem governou no passado, o que aconteceu com o país e o que acontecerá.

Essa série que foi exibida no Jornal da Record na semana do dia 23 ao dia 27 de maio por Ana Paula Padrão, relata qual é a situação atual do Afeganistão no momento. Gosto de Ana Paula como Jornalista e Reporter pelo tamanho conhecimento que ela tem obre assuntos diversos, com isso relata muito sobre o Afeganistão sem muito do preconceito sobre o povo e sua cultura.
Só não gostei do título da série, pois o país não é somente habitado por terroristas...

Afeganistão: a Ameaça do Terror

23/05


Como já citei algumas vezes aqui sobre a produção de Heroína e Ópio, o consumo de drogas, o vício e esse estágio de consumo e dependência química da população, mostram como de costume em todos os países que passam por estas infestações de consumo sem controle, uma questão social e de educação, ou seja o governo não está dando conta de administrar todas as mudanças que vieram, no caso do Afeganistão, com a transição nesses últimos anos dos fundamentalistas "Talebans" para a democracia do governo eleito por voto popular.
Em fim, não é só o Afeganistão que está sendo atingido por essa praga das drogas, esse caos está instalado no mundo todo, cada um com suas particulariedades e consequências, mais em comum temos e já sabemos como é o resultado disso, violência.. a tão temida violência.

24/05


Sabe uma coisa que não consigo entender pq lá é diferente, espanta essas "crianças bomba",  muito perto temos "crianças franco atiradoras" nas periferias das comunidades pelo brasil a fora.... lembram do documentário feito pelo Raper Mv Bill falando sobre a vida de crianças no tráfico, quantas coisas absurdas relacionadas com crianças temos aqui??? Então não me venha falar que isso surpreende ou choca, violência e exploração infantil tem em todos lugares, INFELIZMENTE.
Não gosto de fazer comparações, mas nós ocidentais temos essa mania de chocar quando coisas desse tipo veem das terra dos Talebans, Ayatollahs, homens que usam vestido e adoram a Deus prostrando cinco vezes por dia. Desculpem a ironia no final, mais eu gostaria que o mundo fosse mais realista e analista, que se interessassem mais por culturas e povos.

25/05

Acho que todos que seguem me blog e sabem da realidade cruel que a pouco tempo era imposta a todas as mulheres no Afeganistão, sente uma esperança que a condição de vida delas daqui pra frente só melhore em função das conquistas que elas veem tendo. E que elas possam ter a vida que tinham na década de 70.

26/05

Não tenho o que dizer..... sou apaixonada pelo Afganistan..... como??? Fui apresentada da melhor forma  que se pode ser. E definitivamente, tudo é da forma que tem de ser.

27/05


Existe ainda muitas coisas que precisam mudar, principalmente em relação as mulheres, como vivem, como são tratadas..... Depois de muito conviver com Javed percebi que pelo menos em sua família as meninas são bem vindas como os meninos, ele sempre se mostrou carinhoso de mais com suas sobrinhas.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
ALYA - já q explico!

Bom aproveitando o gacho e que estou a quase 15 dias escrevendo esse post.......

Novela Afghan cap kkkkkkk aff nem sei mais........

Eu e Javed depois de cinco meses estamos nos aproximando aos pouco novamente, mas como já sofri até pedir pra parar............ estou bem light... nem chega perto de como eu me via a um tempo atras......


Meninassssssssss


Conversando como ele a uns minutos atras...... falávamos sobre os sobrenomes dele.... e em dois anos quase nunca tive a curiosidade de perguntar qual seria meu nome se eu me convertesse.....
Que belezinhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...... meu coração dispara... começo a suar e ele cai...... aff não acrediteiiiiii, bem na hora que ele tava respondendo, mas segundos depois volta e me diz:

JAV:
 hmmmm
 ALYA
 i love this name
 Thaís:
 wow
so nice
JAV:
and if u want Real Muslim nice: MARWA
 both of them are my neice as well :P
Thaís:
yes
JAV:
good
Alya

Foi assim que ele escolheu como possivelmente eu me chamarei futuramente se por benção do destino esse for o nosso, ficarmos juntos. InshAllah!

Pegando carona... rsrsrsrsrr mudei meu nome no Skype e continuei falando com ele,....... demorou um pouco pra ele perceber, quando viu........ ficou todo bobo....... Então...... não sei pq cargas d'água nós fomos falar sobre isso hoje, em fim......... Esse nome apareceu em meus sonhos muitas vezes quando estavamos juntos, sempre gostei de ouvir e ve-lo chamar a pequena Alya pelo nome...... sempre gostei. Vou por um tempo mudar meu nome aqui pra ver o que acontece, vai que isso é um empurrãozim de ALLAH misericordioso ... de uma vez por todas.

Já perceberam que tudo está a um passo de voltar.
Coloco tudo nas mãos de nosso senhor......... ele sabe de todas as coisas e tem poder sobre elas.....

Bjusssssss       ALYA JAVED

7 comentários:

  1. Andrezaaamir disse...:

    Oie Alya ;)

    eu simplesmente amei essa série sobre o Afeganistao, me emocionei com a história da menina Fatimah, que Deus a ajude!
    Eu torço para que mta coisa possa mudar por lá, pois o primeiro passo já foi dado.

    Menina, fico feliz tbm que tu e teu Javed estejam se reaproximando, e fico aqui torcendo para que dessa vez as coisas corram bem e vcs possam ficar juntos.

    bjiimm flor


    p.s: tu sabe quem é a "Bel", tu tem fb, depois te conto qdo eu entrar no msn

  1. aicha disse...:

    Legal Thaís ou Alya rsrs.
    Gostei do nome.

    Beijos

  1. Shuzy disse...:

    Alya! Adoreiiii
    hehehe

    Gosto das verdades que você mostra aqui no blog. Beijos!

  1. Anônimo disse...:

    Ola,gosto do seu blog, e por isso nao posso deixar de comentar uma coisinha: o brasileiro nao pode mudar de nome (sobrenome sim), salvo se pedir mundança de nome perante a justica mesmo assim os juizes so mudam se vc tiver um nome ridiculo que cause constrangimento... e teu nome e Thais...nao e esse teu caso. Sendo assim,mesmo que vc se converta , case etc nao podera mudar de nome assim facilmente...se o fizer podera ter serios problemas e nem passaporte vc podera ter.. cuidado com isso! Abraços sorte no amor!

  1. Thaís - Thatha disse...:

    Obrigado por me visitar....

    Tem algumas coisas que realmente quem desconhece esses assuntos ficam sem saber, conhecer, conviver, etc pra poder compreender algumas coisas que escrevo...... Mais vc n tem culpa.... eu a algum tempo atras não sabia nda sobre...... Hoje se sei de coisas foi pq procurei conhecimento, e os lugares onde eu me informei.. são de livre acesso a qualquer pessoa, só falta o interesse.

    Em relação a troca de nome....... eu como cristã cidadã brasileira tenho meu nome escolhido pelos meus pais -Thais-
    Se futuramente eu me converter, casar, me mudar do brasil...... meu nome continuará nos meus documentos mesmo que eu me casa meu nome continuara nos documentos e o Alya será usado por eles..... aqui em meu pais e como meus amigos e família eu continuarei sendo chamada de Thaís

  1. Anônimo disse...:

    Desculpe, não entendi o que vc quis dizer no primeiro paragrafo da sua resposta sobre não saber das coisas????...apenas comentei sobre a questao do nome porque tenho amigas que mudaram de nomes mesmo morando no exterior, e tiveram MUITOS problemas.

  1. Thaís - Thatha disse...:

    Realmente não sei quem é você, não sei se conhece um lugar ou seus costumes culturais, isso podemos estender aos países que enfoco aqui. Eu só quis dizer no paragrafo acima..... sei sobre o conselho que vc quis me dar, imaginei que você não soubesse como é feito e como é usado.
    Não sei se vc sabe, mas vamos la.... quando uma pessoa se converte ao Islã ela ganha uma nome Islamico, esse nome só será usado no meio. O nome dos documentos será utilizado, mas em outro meios....

    Espero que agora eu consiga me expressar.

    Salam !!!!